quarta-feira, 20 de agosto de 2008

ESPERANÇA

Esperança? Doce palavra...
Que chance me dás?
Devo cultivá-la em meu peito?
Esperança? És real?
Ainda existe em meu viver?
Onde encontrá-la?
No seu sorriso?
No seu olhar que às vezes não encontra o meu?
Esperança? Que chance me dás?
Modifica minha vida?
Me dá um amanhã?
Esperança...
Que não finda meus sofrimentos...
Não seca minhas lágrimas
Não acalma o meu amor?
Esperança?
Você ao meu lado... Tão dentro de mim
Minha razão de viver! Única razão!
Esperança...Você!
Esperança...Amor!
Maior que minha vida
Maior que meu ser!
Esperança?
Espero em vão?!
Não há outro jeito!
Pois se tirá-la do peito...
Morre o meu coração!!!


by BethCoimbra
20/08/08
16:11 hs

Um comentário:

Puck disse...

È você que faz esses poemas ?

Estão perfect

Me responda em puck_love@hotmail.com

Muito muito lindos esses poemas